• Todos por 1

Salvador: réveillon com gosto de carnaval


Pelourinho, Salvador. Foto Trip Advisor


Salvador é uma experiência cultural riquíssima em qualquer época do ano e tá bonita demais. O centro histórico, com seus prédios coloridos, foi todo restaurado. Em 2019, até o New York Times incluiu a capital baiana na lista das cidades mais interessantes pra se conhecer. A matéria cita a preservação da arquitetura, as praias, as atividades culturais gratuitas e o metrô que agora serve o aeroporto.


Quer um Réveillon bem animado? Vá pra Salvador. A comemoração do Ano Novo dura 5 dias. Desde 2014 a cidade oferece o Festival da Virada, uma programação intensa de shows gratuitos para dançar até não aguentar mais.


Festival da Virada atrai milhares de visitantes para a orla de Salvador. Foto/Divulgação.

O festival começa em 28 de dezembro e tem em média cinco atrações por dia. Na última edição, entre outros artistas, estavam lá Anitta, Bell Marques, Claudia Leitte, Daniella Mercury, Milton Nascimento e Ivete Sangallo. As apresentações são no Bairro Boca do Rio. A arena de shows tem camarotes, vila gastronômica e parque infantil.


Grupo Cortejo Afro é um clássico do verão de Salvador. Foto/Divulgação

Salvador tem ainda a vantagem da melhor relação custo-benefício comparado a outras capitais do Nordeste, inclusive no Réveillon. Historicamente os preços de passagens e hotéis são menores.


Fizemos uma pesquisa hoje, 21 de agosto, no decolar.com , partindo de São Paulo, para ida no dia 28 de dezembro e volta em 5 de janeiro.

Selecionamos vôos diretos, incluindo bagagem despachada e taxas. Veja os valores finais (ida e volta com tudo incluído).


Maceió - R$1.580

Salvador - R$1.794

Fortaleza - R$1.848

Natal - R$1.975

Aracaju - R$2.181

João Pessoa - R$2.916


Pesquisamos também custo de hospedagem para o mesmo período. Usamos o Booking.com e selecionamos hotéis, 4 estrelas, beira-mar, com avaliação muito bom ou mais, quarto para duas pessoas.

Veja o menor preço encontrado para essa seleção.


Salvador - R$1.940

Natal - R$2.803

João Pessoa - R$3.345

Fortaleza - R$3.712

Aracaju - R$4.133

Maceió - R$5.519


Então se a gente fosse comprar hoje passagens áreas para 2 e hospedagem para 2, baseado nesta pesquisa, Salvador custaria bem mais barato.


Salvador - R$5.528

Natal - R$6.753

Fortaleza - R$7.408

Aracaju - R$8.495

Maceió - R$8.679

João Pessoa - R$9.177



Seguem algumas sugestões dos Flanadores para aproveitar a virada na primeira capital do Brasil!

Partiu Salvador.


1. Ensaios de Carnaval

Você pode achar que em dezembro ainda falta muito para o carnaval, mas Salvador opera em outro ritmo. Os ensaios não são exatamente ensaios, o nome correto deveria ser aquecimento, mesmo porque têm estrutura muito superior a alguns trios de carnaval. Alguns dos ensaios mais conhecidos são “A Melhor Segunda-feira do mundo” com o grupo Harmonia do Samba, às segundas-feiras, e o “Cortejo Afro”, às terças-feiras.

2. Litoral norte

As praias de Salvador são belíssimas e as mais afastadas dos bairros turísticos, deslumbrantes. Com menos banhistas, as praias do Flamengo, Stella Maris e Vilas do Atlântico são grandes surpresas a poucos quilômetros da maioria dos hotéis de Salvador.

3. Comer

Vá além do acarajé. Os restaurantes de Salvador surpreendem pela criatividade. Na cidade é possível experimentar releitura de pratos de todo o mundo. Grandes destaques são as confeitarias soteropolitanas com bolos deliciosos e o legítimo “pão delícia”.

4. Rio Vermelho

O bairro mais boêmio de Salvador ferve durante o verão. Rio Vermelho concentra casas noturnas e muitos bares. Moradores da cidade costumam se reunir na rua mesmo para tomar “pirigueti” (cerveja em lata pequena), conversar e ouvir músicas.

5. Hospedagem

Em uma metrópole como Salvador é fundamental escolher estrategicamente a hospedagem e isso depende do propósito na viagem. Se deseja apenas aproveitar o Festival da Virada, existem muitos hotéis nos bairros Pituba, Jardim de Alah e Costa Azul com diárias a partir de R$150 para duas pessoas. Se é sua primeira visita a Salvador e pretende focar nos roteiros mais tradicionais, o melhor bairro é a Barra. A poucos metros de cartões postais da cidade e no meio do caminho entre o centro histórico e a parte mais moderna da orla, o bairro tem diárias de R$200, em média. Se a pretensão é aproveitar de tudo um pouco, o bairro do Rio Vermelho é uma boa opção. O bairro agitado está entre a Barra e a arena do Festival da Virada e é bem prático para aproveitar a noite soteropolitana sem se preocupar com transporte. No Rio Vermelho há hotéis mais modernos, como o Novotel e Ibis.


Por Rodrigo Dourado, baiano, estagiário no Flanadores.


Foto: Aidan Formigoni.